• Lilian Pignatari

10 FILMES HOMECINE FORA DO CIRCUITO DE HOLLYWOOD - Parte I


O cinema é muito mais do que o circuito hollywoodiano oferece. Na contramão dos holofotes, é possível deparar-se com roteiros instigantes, zero previsíveis e que contam com originalidade em todos os aspectos.


1 - O Zoológico de Varsóvia (Polônia, 2017) - The Zookeeper's Wife

Baseado no livro de memórias de Antonina Zabinski que, junto com seu marido Jan, foi responsável pelo salvamento de mais de 300 pessoas durante a 2a Guerra Mundial.

Em 1939, a Alemanha invade a Polônia e a família que administra o zoo de Varsóvia - um dos maiores da Europa na época - adere à resistência e utiliza as dependências do zoológico para salvar centenas de judeus ao longo dos 6 anos de guerra, bem nas fuças do exército alemão.

ImdB: 7,0

Rotten Tomatoes: 76%

Onde assistir: Homecine


2- Milagre na Cela 7 (Coréia do Sul, 2013) - 7-beon-bang-ui seon-mul

Uma história de amor entre um pai com problemas mentais que foi injustamente acusado de assassinato e sua adorável filha de seis anos. A prisão será sua casa.

O filme conta a história de um homem com deficiência intelectual, que vive num vilarejo com sua filha pequena e sua avó. Lee Yong Goo tem a mente de uma criança de seis anos, que na verdade é a idade de sua filha, Ye Sung. Um dia a filha de um chefe de polícia morre em um estranho acidente e Yong Goo é acusando e sentenciado a morte por sequestro, agressão sexual e assassinato de um menor.

ImdB: 8,2

Rotten Tomatoes: 89%

Onde assistir: Homecine



3 - Lion: Uma Jornada para Casa (Austrália/Reino Unido, 2016)- Lion

Filme baseado numa história real e capaz de tocar os corações mais duros! É impossível não se comover com o drama do pequeno Saroo, que mora com sua família numa região rural e muito pobre no interior da Índia.

ImdB: 8,0

Rotten Tomatoes: 84%

Onde assistir: Homecine



4- O Lagosta (Grécia, 2015) - The Lobster

Se você falhasse em encontrar um amor, em qual animal você escolheria se transformar? Essa é uma das grandes perguntas feitas no mundo distópico e calculista de O Lagosta, onde não é permitido que as pessoas permaneçam solteiras.

Vencedor do Prêmio do Júri no Festival de Cannes 2015, o novo filme de Yorgos Lanthimos é uma sátira inteligente aos relacionamentos amorosos modernos, às expectativas sociais e à obsessão já antiga que a maioria das pessoas cultiva: a busca pelo amor verdadeiro. Repleto de uma excentricidade única, O Lagosta conta a história de David, um solteiro que precisa encontrar seu amor logo ou virará uma lagosta para sempre.

ImdB: 7,2

Rotten Tomatoes: 87%

Onde assistir: Homecine



5- Ferrugem e Osso (França, 2012) - De rouille et d'os

Um forte drama psicológico, que ficará para sempre gravado em sua memória. Ferrugem e Osso traz uma história forte e marcante de um romance lapidado pela vida.

“Rust & Bone” é, sem dúvida alguma, mais um excelente filme de Jacques Audiard, um talentoso realizador francês que, nos últimos anos, só nos tem brindado com obras memoráveis sobre a dimensão humana.

ImdB: 7,5

Rotten Tomatoes: 82%

Onde assistir: Homecine



6- A Garota Húngara (Hungria, 2015) - Félvilág

A história de três mulheres - uma prostituta famosa, sua governanta e sua nova empregada - vivendo em Budapeste na década de 1910, cuja apaixonada, bizarra e complexa relação só pode levar a uma coisa: assassinato.

O filme é recheado de intrigas, violências, dissimulação e cenas de sexo. E estes foram os temperos para que o longa tenha sido indicado à diversos prêmios internacionais. Vale ressalta que esta é uma história real: a prostituta Elza Mágnás realmente existiu.

ImdB: 7,2

Rotten Tomatoes: 86%

Onde assistir: Homecine



7- Julieta (Espanha, 2016) - Julieta

Não é de hoje que Pedro Almodóvar tem buscado associar um certo mistério à sua já habitual habilidade em traduzir sentimentos femininos para a telona. Em Julieta, ele repete esta mistura. No filme, o diretor demonstra um domínio impressionante do que tem a dizer, tanto pelo lado estético quanto de narrativa.

Julieta chega a Madri em busca de sua filha, que desapareceu misteriosamente. Na cidade onde viveu as loucuras de sua juventude, a mulher mergulha nas lembranças de paixões, amores e da tragédia que, para sempre, a distanciaram de sua cria.

ImdB: 7,1

Rotten Tomatoes: 83%

Onde assistir: Homecine



8- O Que Fazemos Nas Sombras (Nova Zelândia, 2014) - What We Do in the Shadows

O Que Fazemos nas Sombras, é um falso documentário sobre quatro amigos vampiros que dividem uma casa. Os ótimos comediantes Jemaine Clement e Taika Waititi comandam a produção, aplicando o humor afiado a situações de incômodos e inadequações.

Talvez esse seja um dos mais estranhos filmes sobre a vida dos vampiros. Ele mostra o dia a dia de três chupadores de sangue Nova Zelândia: Viago, Deacon e Vladislav, que tentam se inserir no ritmo moderno da vida. Os rapazes frequentam boates, contratam uma empregada, procuram comida, fazem contatos com policiais e se escondem da luz do sol. O delirante pseudodocumentário é capaz de melhorar até o pior dos humores. Divertido e muito relaxante.

ImdB: 7,7

Rotten Tomatoes: 96%

Onde assistir: Homecine



9- Amor (Áustria/França, 2015) - Amour

"AMOUR" É UMA GENUÍNA HISTÓRIA DE AMOR

O ganhador do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro de 2013, destacou-se internacionalmente por sua sensibilidade e intensidade ao tratar de um tema bastante delicado: lidar com uma doença degenerativa na família. A obra, que conta a história de Georges e Anne, um casal idoso de ex-professores de música que enfrenta a lenta deterioração física e mental da mulher, rendeu à produção a Palma de Ouro em 2012, além do Oscar.

Amour fala de um amor legítimo. É um amor construído sobre uma história de muitos anos de relacionamento, de muita proximidade entre eles. A pressão e o desgaste ao tratar de sua parceira levaram Georges, a um colapso emocional e ao trágico final.

ImdB: 7,9

Rotten Tomatoes: 93%

Onde assistir: Homecine



10- Sono de Inverno (Turquia, 2014) - Kis Uykusu

O diretor Nuri Bilge Ceylan sabe utilizar o silêncio como poucos do cinema mundial. Isso é muito claro tanto na construção da história quanto nas atuações, que são especialmente verdadeiras quando se expressam somente com os olhos. É uma obra-prima absoluta.

Aydin, um ator turco aposentado, comanda um pequeno hotel na região da Anatólia central junto a sua esposa Nihal, de quem ele se afastou emocionalmente, e sua irmã Necla, que ainda sofre com seu divórcio recente. No inverno, a neve desperta um tédio e ressentimento que fazem Aydin querer partir.

ImdB: 8,1

Rotten Tomatoes: 87%

Onde assistir: Homecine


Bônus:


Bacurau (Brasil, 2019)

A transformação de 'Bacurau' numa zona de caça para turistas não é, assim, uma alegoria do imperialismo tirada de alguma cartilha dos anos 60. O que o filme faz é tomar um traço do presente e estendê-lo até o futuro, que é, afinal, onde ele se passa.

Num futuro próximo, Bacurau, um povoado do sertão de Pernambuco, some misteriosamente do mapa. Quando uma série de assassinatos inexplicáveis começam a acontecer, os moradores da cidade tentam reagir. Mas como se defender de um inimigo desconhecido e implacável?

Ficção científica, cinema de ação e comédia regional se encontram harmoniosamente no filme porque Bacurau se aproxima desses gêneros.

ImdB: 7,4

Rotten Tomatoes: 93%

Onde assistir: Homecine



Olá pessoas, todos bem? ;)

Segue o primeiro post sobre filmes realizados fora do circuito de Hollywood.

Clássicos, intensos, com roteiros imprevisíveis, divertidos... enfim, mágicos.

Divirtam-se e aguardem a Parte II.

Abraços,


*Homecine Cloud é um streaming privado que pode ser acessado em site ou app para qualquer dispositivo conectado. Visite is.gd/homecine ou conheça o catálogo sem registro, utilizando o usuário e senha 999


126 visualizações0 comentário