• homecine cloud

Homecine - 8 filmes sobre o quão podre pode ser o tal humano

Uma breve lista de filmes que você não pode deixar de ver, os quais retratam o lado mais sujo do ser humano, que gratuitamente parece ter prazer em compartilhar sua maldade. A lista está intencionalmente desordenada para não influenciar na seleção do que assistir primeiro.

The Virgin Spring (1960) aka A Fonte da Donzela, de Ingmar Bergman

Nesse filme cult o cineasta Ingmar Bergman mostra uma obra forte sobre ingenuidade, inveja e vingança, seguindo o drama da jovem e inocente Karin, inserida no século XIV, na Suécia, sua cruel morte e a vingança de seus pais contra os responsáveis por tirar sua vida. Um clássico ousado, mostrando que nenhum ser humano é incorruptível ao mal que engendra nossa essência. Esse é absolutamente imperdível. Tem nota 8.1 no IMDb. Onde assistir: homecine.cloud


Le temps du loup (2003) aka O Tempo do Lobo, com Isabelle Huppert

O filme traz a história de Anne e seus filhos em uma desesperada luta pela sobrevivência quando descobrem que o mundo como conheciam não existe mais. É um filme pós-apocalíptico que mostra o quanto o comportamento humano é flexível em uma escala destrutiva quando exposto a situações adversas. O filme se caracteriza por sua natureza dura, rústica e demasiadamente perturbadora. Não tem como não ver (e não se chocar). Onde assistir: homecine.cloud

La cérémonie (1995) aka Mulheres Diabólicas, com Isabelle Huppert

Filme clássico do cineasta Claude Chabrol, conta como o mal pode se inserir nos ambientes e lugares mais improváveis. É a história de uma família que goza de uma vida bem estruturada em uma zona rural da França. Após precisarem de uma empregada, surge a figura de Sophie la bonne (Sandrine Bonnaire) para se candidatar ao emprego. Apesar de demonstrar um lado estranho, a família decide contratar a mulher por sua competência e pela ausência de concorrência. Tudo vai bem até o momento em que Sophie começa a demonstrar seu lado negro, culminando em uma resolução perturbadora. Onde assistir: homecine.cloud


Natural Born Killers (1994) aka Assassinos por Natureza, de Oliver Stone

Após a infância cruel, Mickey e Mallory, (interpretada pela bela Juliett Lewis) unidos pelo simples acaso, iniciam uma onda incompreensível de assassinatos sem motivos, deixando qualquer lugar que passem em um completo estado de caos. O filme traz ao espectador a visão de ser humano como produto do meio. Aqui, a sociedade simplesmente colhe aquilo que plantou. A obra também apresenta uma crítica à banalização da morte encontrada naquela sociedade. Classificado com 7,3 na comunidade IMDb. Onde assistir: homecine.cloud


I Care A Lot (2020) aka Eu Me Importo, com Rosamund Pike

Histórias de abuso de idosos e empresas explorando as fraquezas de pessoas cujas faculdades físicas ou mentais debilitadas as deixam incapazes de cuidar de si mesmas aos olhos dos tribunais são um fato desagradável da realidade contemporânea. Portanto, sua diversão com essa trapaça policial bem trabalhada pode depender de sua capacidade de separar os pensamentos de seus próprios pais ou avós idosos do cenário. Sobre esse filme deixo uma indagação; Acaso você já assistiu a um filme torcendo por um final e de fato aconteceu? Onde assistir: homecine.cloud

Calvary (2014) aka Calvário, de Oliver Stone

O filme conta a história de um padre que, após ser ameaçado de morte durante uma confissão, luta de todas as formas para manter sua fé em meio a uma cidade em desconstrução. Também mostra como a natureza ruim do ser humano pode ser representada de diversas formas, desde um mero comentário preconceituoso até um assassinato a sangue frio. Classificado com 7.4 na comunidade IMDb. Onde assistir: homecine.cloud


Deliverance (1972) aka Amargo Pesadelo, com Burt Reynolds

Chocante, muito. Você verá uma viagem sem volta para a perda do que restou da ingenuidade de um grupo de amigos, quando Lewis decide levá-los para visitar um rio para praticar canoagem e descobre que o lugar esconde um lado negro em sua essência. A população que permeia o lugar esconde segredos aterradores que fazem o espectador questionar o que está vendo. Um filme que preza por chocar seu público. A cada resolução, cada momento ultrapassado, o filme aumenta o grau de sujeira que rege as relações sociais daquele lugar. Classificado com 7.7 na comunidade IMDb. Onde assistir: homecine.cloud

Miss Violence (2013) de Alexandros Avranas

Chocante, demasiadamente. Na festa de aniversário de seus 11 anos, Angeliki, calma e em silêncio, sem ninguém notar, caminha até a sacada de seu apartamento e se joga. O filme passará os seus 98 minutos de duração desmembrando os motivos do suicídio da menina, revelando um lado obscuro presente naquela família aparentemente perfeita. Este filme é um soco no estômago do espectador, trazendo os meandros do mal e seus desdobramentos na vida de diversas pessoas. Uma pérola do cinema grego, que tem outras obras fantásticas. Classificado com 7.1 na comunidade IMDb. Onde assistir: homecine.cloud

Se você gostou das dicas e da matéria poderá compartilhar em suas redes para motivar novas postagens como esta. Ao final da página você poderá comentar sobre este artigo criando um fórum de discussão.

*Homecine Cloud pode ser acessado em site ou app para qualquer dispositivo conectado. Visite is.gd/homecine ou conheça o catálogo sem registro, utilizando o usuário e senha 999.

187 visualizações0 comentário